United Autosports não deverá participar em provas do IMSA em 2023

A United Autosports não está a fazer planos para competir no IMSA SportsCar Championship na próxima temporada. Assim, o foco será no Mundial de Resistência (WEC), Asian Le Mans Series (ALMS) e European Le Mans Series (ELMS), onde terá presença alargada.

Este ano, a formação norte-americana competiu na IMSA Michelin Endurance Cup nas 24 Horas de Daytona e nas 12 Horas de Sebring com apenas um carro, inscrito em LMP2. Porém, não voltou à ação e o seu co-proprietário Richard Dean esclareceu os ao site Sportscar365.com que o IMSA não faz parte das pretensões e explicou os motivos:

– Adoramos em absoluto o IMSA e toda a nossa competição lá. Quando vi Petit Le Mans na televisão, senti mesmo falta. É simplesmente fantástico. Mas vamos para a Ásia [nas ALMS em fevereiro] e fizemos esse compromisso com dois carros. Vamos ter dois carros no WEC e dois nas ELMS. Quando olhas para a nova agenda, chegas a abril e temos quatro fins de semana  consecutivos entre WEC e ELMS. Tentar acrescentar Daytona e a Ásia, e Sebring em março... estamos muito conscientes de não nos alargarmos em demasia. Por isso, é improvável’.

Há dois grandes aspetos que mudam em 2023 face a este ano: por um lado, a United Autosports volta a ter dois LMP2 nas ELMS. Por outro, as duas rondas iniciais das ELMS estão entre duas provas do WEC, o que dá origem a quatro semanas sem parar para as equipas que participam em ambos os campeonatos como é o caso da estrutura norte-americana.

Etiquetas:
Artigos Relacionados