Toyota Mirai a hidrogénio já roda nas estradas portuguesas


O Toyota Mirai, modelo que recorre a uma célula de combustível alimentada a hidrogénio, já roda nas estradas portuguesas.





A Toyota revelou que no mês de julho, foram matriculadas em Portugal duas unidades do pioneiro automóvel elétrico a hidrogénio, o que segundo a  marca japonesa, dá início a uma nova era da mobilidade automóvel no nosso país.





O Toyota Mirai foi apresentado pela primeira vez em 2014 no Japão e ficou disponível na Europa desde 2016. A segunda geração do Mirai foi lançada na Europa no início deste ano e está equipada com a mais recente tecnologia a pilha de combustível da Toyota, agora mais leve, mais compacta e mais eficiente.





Esta segunda geração do Mirai conta com à mais recente plataforma modular de tração traseira da Toyota, projetada, desde o início, para acomodar diferentes propulsores - incluindo uma pilha de combustível a hidrogénio. Adicionalmente, confere ao novo Mirai um maior grau de rigidez estrutural, o que contribui para maior agilidade e desempenho, bem como um centro de gravidade mais baixo, que contribui para uma dinâmica ágil.





O Toyota Mirai dispõe de uma autonomia de 650 km com um simples abastecimento de menos de 5 minutos.


Etiquetas:
Artigos Relacionados