Toto Wolff destaca dobradinha da Mercedes ‘com ritmo genuíno’

A Mercedes conseguiu finalmente «quebrar o enguiço» e ganhar nesta época de Fórmula 1 – e logo com uma dobradinha no GP de São Paulo de ontem, na qual George Russell superou Lewis Hamilton. Nesta prova, foi o diretor de engenharia em pista, Andrew Shovlin, a dirigir a equipa no terreno, enquanto o diretor-executivo acompanhou remotamente.

Em entrevista à Sky Sports F1, o austríaco congratulou a estrutura por um resultado merecido depois de todos os esforços para recuperar competitividade: ‘Muitos parabéns a todas a equipa. O Shovlin manteve tudo junto em pista e houve um ótimo trabalho na fábrica. Foi uma época difícil, mas ver isto, uma dobradinha com ritmo genuíno, todos na equipa o merecem. Este ano foi verdadeiramente muito difícil’.

Sobre o facto de ter sido o primeiro triunfo da carreira de Russell, Wolff comentou: ‘É fantástico. Ele teve a vitória nas mãos no Bahrein há dois anos e agora conseguiu-a. Ele teve um dia fantástico, teve o ritmo, ele aguentou a pressão no final e foi ótimo. Mas também o Lewis: ele foi tirado de pista, recuperou e uma dobradinha é um resultado muito bom no geral para a equipa’.

Com o regresso à luta no topo em perspetiva para 2023, a Mercedes pode ter Hamilton e Russell em duelo para serem os líderes, mas Wolff não se mostrou apreensivo ao afirmar: ‘Em absoluto. Eles são ambos pilotos líderes e isto é bom. Não queremos uma mascote no carro. Iremos gerir isto o melhor que conseguirmos’.

Etiquetas:
Artigos Relacionados