PiscaPisca

Ricardo Teodósio dominou e ganhou em casa no Rali Casinos do Algarve

Vitória caseira de Ricardo Teodósio no Rali Casinos do Algarve, segunda ronda do Campeonato de Portugal de Ralis (CPR). A prova chegou hoje ao fim, com o piloto oriundo da região a levar a melhor com uma prestação dominadora.

O primeiro líder foi Miguel Correia (ARC Sport/Skoda), que na super-especial noturna de Lagos foi 2,5s mais veloz do que Craig Breen (Team Hyundai Portugal). Cenário diferente se verificou esta manhã a partir da PEC 2 (Silves 1), com Teodósio (Team Hyundai Portugal) a começar a ter ascendente batendo Pedro Meireles (Hyundai N / M & Costas) tal como fez no troço seguinte (Perna Seca 1).

Na segunda especial, Breen abandonou devido a acidente, tal como Bernardo Sousa (Sports & You/Citroën) – num incidente que provocou a neutralização do troço e a atribuição de tempos nominais a vários pilotos. Essa não seria a única consequência, como perceberá mais à frente.

A PEC 4 (Silves 2) teve um parêntesis nesta tendência, com Correia a ser 3,7s mais veloz do que Teodósio... que respondeu na PEC 5 (Perna Seca 2) com o melhor registo, sendo aí o seu principal opositor José Pedro Fontes (Citroën Vodafone Team). O algarvio voltou a impôr-se na especial seguinte em Messines, desta feita face a Correia.

Restavam três classificativas, mas só uma se disputou: a PEC 7 (São Marcos 1), em que Correia foi sete décimos mais veloz, seguindo-se Fontes a 5,8s.

As PEC 8 e 9 foram canceladas: na sequência do incidente na PEC2, as partidas começaram a ser intervaladas em dois minutos por motivos de segurança. Com o atraso daqui resultante, estas especiais foram canceladas de modo a evitar que resvalassem para um período noturno. Assim, o rali chegou ao fim prematuramente.

Teodósio foi o vencedor, superando Correia por 16,4s. Meireles concluiu em terceiro a 43,1s, seguindo-se Fontes a 1m12,1s. Rakan Al-Rashed (Skoda) completou o top cinco.

Top dez final:

Etiquetas:
Artigos Relacionados