Pierre Gasly: ‘As minhas ambições são lutar na frente, é isso que eu quero’

Na Fórmula 1 desde a parte final de 2017, Pierre Gasly já subiu ao céu e desceu ao inferno – passando pela Red Bull em 2019, antes de voltar à atual A...

Na Fórmula 1 desde a parte final de 2017, Pierre Gasly já subiu ao céu e desceu ao inferno – passando pela Red Bull em 2019, antes de voltar à atual AlphaTauri, onde voltou a subir ao céu com a sua primeira vitória, recompondo-se das adversidades. Quando ainda tem mais um ano de contrato com a AlphaTauri, o piloto quer lutar por sucessos – algo cujas condições competitivas não permitem na estrutura italiana – e não dá como assegurada a sua permanência.

Embora não deixe de reconhecer o que deve à formação de Faenza, o francês deixou bem sublinhado à Sky Sports F1 que não se vê lá a ficar até ao fim da carreira por ter ambições bem maiores:

– Neste momento, está fora do meu controlo. A AlphaTauri deu-me a minha primeira vitória na F1 e a minha primeira hipótese na Fórmula 1. Isto não significa que vou ficar aqui toda a minha vida porque as minhas ambições na Fórmula 1 são lutar na frente e é isso que eu quero’.

Apesar do contrato existente para 2023, Gasly não deu como certa a sua continuidade quando é apontado à Alpine. Não obstante, deixou a garantia de empenho máximo: ‘Foram cinco anos com a AlphaTauri. Vejamos se faço outro ano aqui, mas neste momento é o que está planeado. Se for isto que acontecer, darei 110 por cento a esta equipa’.

O piloto falou ainda do seu futuro: ‘Há algumas coisas que precisam de ser resolvidas antes de falarmos mais sobre esta situação. Na minha situação só há aspetos positivos. Veremos o que acontece nas próximas semanas’.

Etiquetas:
Artigos Relacionados