Os dez pilotos mais bem pagos da Fórmula 1... com Max Verstappen no topo

Falar de salários de pilotos da Fórmula 1 está longe de ser uma ciência exata. Os números não são habitualmente revelados oficialmente pelas equipas o...

Falar de salários de pilotos da Fórmula 1 está longe de ser uma ciência exata. Os números não são habitualmente revelados oficialmente pelas equipas ou pelos próprios pilotos, mas surgem todos os anos listas dos mais bem pagos.

A mais conceituada é a da Forbes. A reputada revista norte-americana voltou este ano a publicar o top dez dos mais bem pagos no pelotão da categoria rainha, e há novidades nesta lista – em que não considera ganhos provenientes de patrocinadores ou outro tipo de rendimentos pessoais. São apenas tidos em conta os bónus e os vencimentos das equipas.

Os dados apurados em colaboração com a Formula Money baseiam-se em formulários legais, documentos financeiros, insiders e fugas de informação.

Max Verstappen (Red Bull), bicampeão, ultrapassou Lewis Hamilton (Mercedes) no topo, auferindo este ano de 60 milhões de dólares contra os 55 milhões de dólares do rival. Em terceiro lugar, muito longe dos dois, está Fernando Alonso (Alpine) com um ordenado de 30 milhões de dólares. De destacar também a chegada de George Russell (Mercedes) ao top dez, com dez milhões de dólares – «apenas» três milhões em salário, acrescentando-se sete milhões de dólares em bónus.

Conheça o top dez em detalhe:

  • 1.º Max Verstappen (Red Bull): 60 milhões de dólares (40 milhões de dólares em salário + 20 milhões de dólares em bónus)
  • 2.º Lewis Hamilton (Mercedes): 55 milhões de dólares (em salário)
  • 3.º Fernando Alonso (Alpine): 30 milhões de dólares (em salário)
  • 4.º Sergio Pérez (Red Bull): 26 milhões de dólares (10 milhões de dólares em salário + 16 milhões de dólares
  • em bónus)
  • 5.º Charles Leclerc (Ferrari): 23 milhões de dólares (12 milhões de dólares em salário + 11 milhões de dólares em bónus)
  • 6.º Sebastian Vettel (Aston Martin): 17 milhõe de dólares (15 milhões de dólares em salário + 2 milhões de dólares em bónus)
  • 6.º (=) Daniel Ricciardo (McLaren): 17 milhões de dólares (15 milhões de dólares em salário + 2 milhões de dólares em bónus)
  • 8.º Carlos Sainz (Ferrari): 15 milhões de dólares (8 milhões de dólares em salário + 7 milhões de dólares em bónus)
  • 9.º Lando Norris (McLaren): 11 milhões de dólares (5 milhões de dólares em salário + 6 milhões de dólares em bónus)
  • 10.º George Russell (Mercedes): 10 milhões de dólares (3 milhões de dólares em salário + 7 milhões de dólares em bónus)
Etiquetas:
Artigos Relacionados