Ordens de equipa na Acrópole criticadas por Ott Tänak

O Rali da Acrópole ficou marcado pelo primeiro pódio dominado pela Hyundai no Mundial de Ralis (WRC), mas também pelas ordens de equipa que impediram...
Por Bernardo Matias , há 2 semanas em WRC , Desporto

O Rali da Acrópole ficou marcado pelo primeiro pódio dominado pela Hyundai no Mundial de Ralis (WRC), mas também pelas ordens de equipa que impediram Ott Tänak de obter um resultado melhor na luta pelo título – com a equipa a querer jogar pelo seguro salvaguardando o forte resultado coletivo.

Numa prova em que o líder destacado do campeonato, Kalle Rovanperä (Toyota) só pontuou pela Power Stage, a Hyundai optou por não trocar as posições de Tänak e de Neuville nas classificativas. Deste modo, o estónio – segundo classificado no Mundial – não pôde maximizar o ganho de pontos ao primeiro.

Citado pelo site Motorsport.com, o estónio sustentou que esta não foi uma decisão certa do ponto de vista desportivo, lamentando não ter tido uma chance justa de disputar outro resultado:

– Depende de qual é o objetivo. Se estás a lutar pelo título, então foi errado, e se queres ter boas relações públicas é a decisão certa. Depende de que perspetiva estás a ver. A minha perspetiva é que quero lutar pelo título, mas é uma pena que não o tenhamos podido fazer numa luta justa. Na sexta-feira estivemos com uma unidade híbrida danificada por nada e no sábado de manhã tivemos outros problemas, pelo que não estivemos próximos o suficiente’.

Etiquetas:
Artigos Relacionados