McLaren espera não ter mais penalizações por mudanças nas unidades motrizes

As últimas duas rondas da Fórmula 1 ficaram marcadas por uma quantidade considerável de penalizações devido a trocas de unidades motrizes. Um dos pilo...

As últimas duas rondas da Fórmula 1 ficaram marcadas por uma quantidade considerável de penalizações devido a trocas de unidades motrizes. Um dos pilotos que ainda não foi penalizado por isso este ano foi Daniel Ricciardo (McLaren), mas a fuga de óleo que o fez abandonar no GP de Itália pode significar uma mudança nesse estatuto.

Ainda assim, o chefe de equipa da McLaren, Andreas Seidl, garantiu ao site Motorsport.com que espera terminar o ano sem mais admoestações por troca de componentes do conjunto propulsor – sublinhando que Bélgica e Itália são duas rondas em que é habitual acontecerem trocas devido às características das pistas:

– O objetivo é acabar a temporada sem mais penalizações. Em Spa, acho que basicamente todos os carros Mercedes utilizaram a mais recente especificação. E foi só o Lando que foi penalizado devido a um problema anterior. Vimos ao longo dos últimos anos que é óbvio que em circuitos como Spa ou Monza esperas conseguir ultrapassar e é onde as pessoas incorrem nas penalizações, portanto não é uma surpresa o que aconteceu em Spa e em Monza’.

Refira-se que neste momento a McLaren precisa de todos os pontos e chances que tiver para conseguir enfrentar a Alpine na luta pelo quarto lugar do Mundial de Construtores – quando está a 19 pontos da rival nessa disputa e faltam seis rondas.

Etiquetas:
Artigos Relacionados