AutoGear
Redes Sociais

Helmut Marko e a distância da Ferrari: ‘É por fazer basicamente tudo errado’

A Ferrari tem um monolugar num patamar de competitividade similar ao da Red Bull. Sem embargo, tem o seu melhor piloto – Charles Leclerc – em segundo...

A Ferrari tem um monolugar num patamar de competitividade similar ao da Red Bull. Sem embargo, tem o seu melhor piloto – Charles Leclerc – em segundo do campeonato a 80 pontos do líder Max Verstappen (Red Bull). Já no campeonato de construtores, a Scuderia está em segundo a 97 pontos da rival rubrotaurina.

Apesar do nível competitivo existente, a verdade é que alguns erros e a fiabilidade que deixa a desejar tem redundado em resultados aquém das reais possibilidades do F1-75. Deste modo, as margens pontuais deixam tudo muito bem encaminhado para a Red Bull ser campeã, quando poderia haver um cenário de grande equilíbrio.

O consultor da equipa de Milton Keynes, Helmut Marko, foi questionado pelo jornal Osterreich como se justifica esta disparidade tão grande, ao que retorquiu: ‘Por fazer basicamente tudo errado. Em Budapeste, por exemplo, pela primeira vez eles não tiveram os pneus na janela de temperatura certa e também tiveram a escolha errada da estratégia de paragens nas boxes’.

Aprofundando sobre a prova do Hungaroring em concreto, o exigente austríaco afirmou: ‘Não entendo por que é que eles não usaram um pneu médio utilizado, que teria sido melhor do que o duro. Em vez disso, celebramos o Toto [Wolff] e a Mercedes como os grandes vencedores com os segundo e terceiro lugares’.

Etiquetas:
Artigos Relacionados
SportTV Halfpage