Filipe Albuquerque falhou por pouco o título do IMSA; MSR campeã após vitória em Petit Le Mans

A Meyer Shank Racing foi campeã do IMSA SportsCar Championship deste ano com Oliver Jarvis e Tom Blomqvist, graças ao triunfo deste fim de semana em Road Atlanta na prova de Petit Le Mans. A Wayne Taylor Racing de Filipe Albuquerque liderava o campeonato à entrada desta ronda, mas acabou por ter de se contentar por ser vice-campeã.

Acompanhado de Ricky Taylor e de Brendon Hartley no Acura #10, Albuquerque conseguiu liderar boa parte da prova de dez horas, chegando ao comando com uma paragem nas boxes no momento ideal antes de uma situação de neutralização causada por um forte acidente.

A segunda vez que Albuquerque alcançou a liderança foi já em período noturno depois de uma colisão entre os Cadillac da Chip Ganassi Racing que comandavam nesse momento. Blomqvist, do Acura da Meyer Shank Racing, posicionou-se em segundo e, depois de uma ronda de paragens nas boxes, uma operação mais rápida colocou o britânico na dianteira.

Quanto a Albuquerque, que parou sob uma bandeira amarela, viria a envolver-se num incidente com um GT enquanto perseguia a liderança. Os danos afastaram o Acura #10 do luso da luta pelo triunfo, deixando via aberta ao Acura #60 de Blomqvist, Helio Castroneves e Jarvis para ganhar a corrida e o título.

Oportunidade essa que o trio não desperdiçou, consumando a vitória com 4,369s de avanço face ao Cadillac #31 da Whelen Engineering que foi tripulado por Mike Conway, Olivier Pla e Pipo Derani. Em terceiro concluiu o Cadillac #48 da Ally Cadillac, naquela que foi uma despedida ideal de Kamui Kobayashi e de Jimmie Johnson, ao lado de Mike Rockenfeller.

Em quarto, a Tower Motorsport selou a vitória nos LMP2 com o Oreca #8 de John Farano, Louis Déletraz e Rui Andrade – o que deu o título a Farano. O trio impôs-se perante o Oreca #81 da DragonSpeed USA constituído por Juan Pablo Montoya, Henrik Hedman e Sebastián Montoya. Depois do incidente, Albuquerque e os seus colegas não foram além de nono.

Mais abaixo, a Andretti Autosport saiu vitoriosa dos LMP3 com o Ligier #36 de Gabby Chaves, Jarett Andretti e Josh Burdon. Estes superaram o Ligier #30 da Jr III Racing, tripulado por Ari Balogh, Garett Grist e Nolan Siegel.

Nos GTD, a Gradient Racing obteve o triunfo em Petit Le Mans com o Acura #66 de Kyffin Simpson, Mario Farnbacher e Till Bechtolsheimer – que se impuseram perante Brendan Iribe, Jordan Pepper e Sebastian Priaulx no McLaren #70 da Inception Racing with Optimum Motorsport.

Em pista, a Risi Competizione ganhou nos GTD Pro com o Ferrari #62 de Daniel Serra, Davide Rigon e James Calado. Porém, foi penalizada porque Serra excedeu quatro horas de pilotagem num período de seis horas em 11 minutos. Sorriu a VasserSullivan, que ganhou com o Lexus #14 de Ben Barnicoat, Jack Hawksorth e Kyle Kirkwood – na frente do BMW #25 da Team RLL com Connor De Phillippi, Jesse Krohn e John Edwards.

Etiquetas:
Artigos Relacionados