Crise dos semicondutores vai continuar a afetar a indústria automóvel em 2023

O Grupo Volkswagen não espera que a crise dos semicondutores, que afeta a indústria automóvel termine em 2023, e para a marca germânica, as di...
Por Redacção , há 1 semana em Novidades

O Grupo Volkswagen não espera que a crise dos semicondutores, que afeta a indústria automóvel termine em 2023, e para a marca germânica, as dificuldades que se têm feito sentir pela falta de chips não vão abrandar no próximo ano .

"É uma questão estrutural que não pode ser resolvida tão rapidamente", sublinhou Murat Aksel, diretor da área de compras da Volkswagen em entrevista à Automobilwoche. “No geral, a situação melhorou, mas apenas de forma ligeira", acrescentou o mesmo responsável.

Aksel não escondeu que esta posição contraria a sua previsão inicial de que em 2023 a crise dos semicondutores estaria ultrapassada. Para além disso a crise desencadeada na sequência da invasão da Ucrânia pela Rússia criou uma frente de problema na cadeia logística

“Precisamos de nos preparar para outros problemas na cadeia logística", acrescentou Murat Aksel, reforçando que a Volkswagen está a investir fortemente na deteção precoce dos problemas.

Etiquetas:
Artigos Relacionados