Charles Leclerc sobre os perigos da F1: ‘É duro para a minha mãe; não sei o que lhe dizer’

Apesar de o desporto motorizado estar a ficar cada vez mais seguro com a passagem dos anos, continua a envolver grandes riscos para a própria vida dos...

Apesar de o desporto motorizado estar a ficar cada vez mais seguro com a passagem dos anos, continua a envolver grandes riscos para a própria vida dos seus praticantes. A Fórmula 1 não é exceção, e um dos seus pilotos mais destacados é Charles Leclerc – que abordou recentemente a sua relação com a mãe no que toca a este assunto.

Em entrevista à GC, o monegasco não escondeu que é complicado para a sua progenitora e não consegue dizer nada para apaziguar a sua preocupação: ‘É duro para a minha mãe. E não sei o que lhe dizer. Mais do que: «Amo o que faço». Não há nada em particular que possa dizer para a fazer sentir melhor. Não vou dizer que terei cuidado. Isso não seria verdade. Vou dar sempre o meu melhor’.

Leclerc acrescentou: ‘Ela sabe: é um desporto perigoso. Ficou bastante mais seguro ao longo dos anos. Mas permanecerá para sempre um desporto perigoso. Ela sabe que sou mais feliz quando estou naquele carro’.

Etiquetas:
Artigos Relacionados