Carros elétricos não são o futuro para o WRC, defende Jari-Matti Latvala

Como muitos outros campeonatos, o Mundial de Ralis (WRC) tenta dar passos para um futuro ecologicamente sustentável. Os Rally1 híbridos introduzidos e...

Como muitos outros campeonatos, o Mundial de Ralis (WRC) tenta dar passos para um futuro ecologicamente sustentável. Os Rally1 híbridos introduzidos este ano foram a primeira grande iniciativa nesse sentido e já se fala de inovações futuras – sendo que Jari-Matti Latvala descarta, à partida, carros apenas movidos a energia elétrica.

O antigo piloto sustentou ao site dirtfish.com que carros totalmente elétricos não resultam nos ralis: ‘Tenho de dizer que precisamos de ser muito cautelosos com carros totalmente elétricos. Diria que, para o desporto, para os ralis, não é a coisa certa para ter. Infelizmente, isso não funciona e penso que a Toyota também percebe o que eu quero dizer’.

No entender de Latvala, carros a hidrogénio como o Toyota Yaris GR H2 podem, esses sim, ser o futuro ecológico dos ralis: ‘Eles estão a puxar por este H2, que podia ser a solução completa, mas não totalmente elétrico’.

O ex-piloto disse depois: ‘Ninguém virá às florestas para ver um carro quando não existe som. Isso funcionará num circuito de corridas porque há contacto próximo e os carros a lutarem uns com os outros, mas não contra o tempo. Por isso, creio que esta solução dos híbridos em conjunto com combustíveis sustentáveis foi boa porque, como disse, no automobilismo vamos em direção a medidas sustentáveis em todas as áreas’.

Etiquetas:
Artigos Relacionados