Carregamento de veículos elétricos na rede pública mantêm tendência de crescimento em fevereiro

A rede Mobi.E anunciou que revistou em fevereiro 261.833 transações, a rede de carregamento elétrico, o que representa uma subida de 75% face ao mesmo mês do ano passado.

Já a nível de carregamentos diários, fevereiro registou 9.351 carregamentos superando os números registados no primeiro mês de 2023, 9.036, apesar de o valor global ficar ligeiramente abaixo, por ter menos 3 dias.

Também ao nível dos consumos de energia, a rede ultrapassou os 4 milhões de kwH, tendo-se atingido os 4.078.001 kWh, um aumento de 96% em comparação com o mesmo período homólogo.

O crescimento da rede é um dos principais fatores que contribui para estes números. No final de fevereiro, integravam a rede de Mobi.E um total de 4.193 postos, dos quais 3.281 públicos, o que corresponde a 7.088 pontos de carregamento.

Outro dado relevante é a potência da rede, atualmente superior a 176.299 kW, um aumento de 71% em relação ao ano anterior. No final de fevereiro, mais de 1.165 postos de carregamento eram rápidos ou ultrarrápidos, o que representa mais de um terço (35%) do total.

Desde 1 de janeiro, acederam à rede pública nacional mais de 57.460 utilizadores distintos, uma subida de 64% face a 2022. Em média, nos dois primeiros meses do ano, cada utilizador efetuou 10 carregamentos.

Quanto ao impacto da rede Mobi.E no ambiente, em janeiro e fevereiro deste ano já foram poupadas 6.533 toneladas de CO2. Tal significa que seriam necessárias mais de 110 mil árvores com 10 anos, em ambiente urbano, para reter o mesmo dióxido de carbono.


Etiquetas:
Artigos Relacionados