Brabus melhora a autonomia e a aerodinâmica do Mercedes EQS

A Brabus continua a surpreender com as suas interpretações de ar mais musculado das suas preparações, e depois do 900 Crawler, o preparador ge...

A Brabus continua a surpreender com as suas interpretações de ar mais musculado das suas preparações, e depois do 900 Crawler, o preparador germânico decidiu anunciar uma série de atualizações para o elétrico Mercedes EQS.

Atentos à mobilidade elétrica, os técnicos da Brabus optaram por criar algo diferente e dessa forma levaram o modelo 100% elétrico da Mercedes-Benz para o túnel de vento com o objetivo de melhorar a sua aerodinâmica e potenciar a sua autonomia.

 

Apesar de os técnicos da Barbus terem pela frente um dos modelos mais aerodinâmicos da Mercedes, o preparador germânico conseguiu apurar o coeficiente aerodinâmico do modelo elétrico, o que, segundo a Barbus, permitiu aumentar em 7% a autonomia quando o veículo circula a velocidades entre os 100 e os 140 km/h.

Recorde-se que o Mercedes EQS 450+ está equipado com um motor elétrico com 245 kW de potência, alimentado por uma bateria de nova geração que tem uma capacidade útil de 107.8 kWh, e permite uma autonomia de até 770 quilómetros, e com as alterações do preparador germânico, essa autonomia cresce em cerca de 50 km.

Para melhorar a aerodinâmica do EQS, os engenheiros da Brabus introduziram um conjunto de alterações ao nível da carroçaria, com destaque para um novo spoiler dianteiro em carbono que contribui para a redução do arrasto aerodinâmico, novas entradas de ar laterais que canalizam o ar para os travões e ajudam ao arrefecimento das baterias.

Já na traseira, destaca-se um difusor de dimensões generosas e um spoiler, que segundo a Brabus, contribui para um aumento da sustentação traseira em 40%.

Este EQS com o carimbo do preparador germânico está dotado de jantes de 20 a 22 polegadas, e a suspensão pneumática sofreu alterações que permitem reduzir a altura ao solo do EQS de cerca de 15 milímetros no eixo dianteiro e 20 milímetros no eixo traseiro.

Etiquetas:
Artigos Relacionados