Arábia Saudita pode ser a grande novidade na próxima época do WRC

Ultrapassados os anos da pandemia, o Mundial de Ralis (WRC) conta ter um calendário consideravelmente mais global no próximo ano, devendo igualmente s...

Ultrapassados os anos da pandemia, o Mundial de Ralis (WRC) conta ter um calendário consideravelmente mais global no próximo ano, devendo igualmente ser maior e ir a pelo menos um destino nunca antes visitado – a Arábia Saudita.

De acordo com o site Motor.es, a prova que deve marcar o regresso ao Médio Oriente mais de uma década depois deverá ser na fase final da temporada – integrando uma sequência de ralis composta pela Nova Zelândia, Grécia e Japão.

Na América do Sul, o site Diario Motor escreve que, apesar da forte intenção da Argentina voltar ao calendário, isso não irá acontecer – ao contrário do Chile, que parece estar a caminho do regresso quatro anos depois da primeira edição. A pandemia impediu o WRC de visitar o país em 2020 e em 2021.

Em julho passado, a organização do Rali do México também anunciou que estará presente no WRC em 2023, após ausência por conta da situação sanitária global. Outra certeza é que a abertura será em Monte Carlo no próximo mês de janeiro. A Suécia e a Croácia deverão dar continuidade, antes do Rali do México e Chile. O Rali de Portugal espera-se como o ponto de reentrada na Europa, seguindo-se a Sardenha em Itália antes do Rali Safari no Quénia. O verão ficará de novo reservado para a Estónia e Finlândia.

Etiquetas:
Artigos Relacionados