Andrew Shovlin fala em ‘aprendizagem valiosa’ da Mercedes na F1 em 2022

Arredada da luta pelos títulos pela primeira vez desde 2013, a Mercedes está a enfrentar uma época de Fórmula 1 complicada, mas também de aprendizagem...

Arredada da luta pelos títulos pela primeira vez desde 2013, a Mercedes está a enfrentar uma época de Fórmula 1 complicada, mas também de aprendizagem para o futuro. As lições aprendidas têm sido muitas, embora não sejam divulgadas publicamente.

O diretor de engenharia em pista da formação alemã, Andrew Shovlin, comentou citado no planetf1.com: ‘Essas lições, essa aprendizagem, é toda muito valiosa e gostamos de a manter dentro da equipa. Tem sido uma jornada interessante, penso que fomos demasiado otimistas sobre onde podíamos usar o carro. O carro que lançámos tinha muita carga aerodinâmica próxima do solo, e existiram muitos problemas [...]. E acho que não é segredo na via das boxes que as equipas têm tentado colocar os seus carros mais longe do solo, tentar torná-los melhor para lidar com os ressaltos, e depois evitar que batam no chão, onde perdes muita aderência quando está tudo a passar pela prancha’.

Segundo o engenheiro, a Mercedes sofreu de falta de rendimento, não sendo apenas uma questão do porpoising que tanto a afetou sobretudo na primeira parte da temporada: ‘No geral, simplesmente não tivemos rendimento suficiente nele. Não é só ter a carga aerodinâmica na região errada, simplesmente estamos atrás em rendimento. Portanto, há muitas áreas em que temos trabalhado’.

Neste momento, está ao alcance da Mercedes lutar pelo segundo lugar do Mundial de Construtores – tem 35 pontos de desvantagem. Em todo o caso, há muito que se preocupa essencialmente com a recuperação em 2023: ‘O foco este ano mudou relativamente cedo para a aprendizagem, garantir que conseguimos voltar a uma posição competitiva para o próximo ano. E os sinais que temos visto ao longo das últimas seis ou sete corridas têm sido encorajadores. Não estamos onde gostaríamos de estar, mas a direção percorrida parece boa’.

Etiquetas:
Artigos Relacionados