Alexander Albon gosta do seu ‘papel’ na Williams

Depois de uma passagem pela Toro Rosso e subsequente mudança para a Red Bull a meio do ano de estreia em 2019, Alexander Albon acabou por ficar sem es...

Depois de uma passagem pela Toro Rosso e subsequente mudança para a Red Bull a meio do ano de estreia em 2019, Alexander Albon acabou por ficar sem espaço na Fórmula 1 no ano passado. Esta época, regressou pela porta da Williams, equipa com a qual já renovou num acordo plurianual.

Em Grove, o piloto tem um papel e condições muito diferentes – é o líder em pista e está numa equipa de dimensões consideravelmente menores que procura fazer progressos competitivos graduais deixando a posição atual em que tem um dos monolugares menos capazes do pelotão.

Albon disse no programa GoF1 que gosta do contexto de que usufrui na Williams, depois de a anterior estadia no pelotão ter sido consideravelmente distinta: ‘Gosto disto, sinto que é um tipo de papel diferente que tenho tido este ano face aos anteriores. É óbvio que quando entrei na Fórmula 1 senti mesmo que estava simplesmente a aprender tudo, tudo estava a acontecer muito rapidamente. Fui direto para a Red Bull num espaço de seis meses e não diria que esperasse saber de tudo, mas tinha de estar no topo da minha forma se quisesse render. O tempo é tão valioso e não o podes ter como garantido’.

Apesar de ter ficado uma época de lado, o anglo-tailandês sente que no regresso ao pelotão reforçou-se em experiência e maturidade: ‘Sinto que durante o ano que estive fora do desporto, há quase três anos que estava envolvido na F1 nesse momento. Regressei muito mais experiente, muito mais maduro’.

Etiquetas:
Artigos Relacionados