A «fúria» de Max Verstappen após erro da Red Bull na qualificação: ‘Nunca é aceitável’

Max Verstappen ficou arredado de uma possível pole position no GP de Singapura de Fórmula 1 por ser forçado a abortar a última volta de qualificação –...

Max Verstappen ficou arredado de uma possível pole position no GP de Singapura de Fórmula 1 por ser forçado a abortar a última volta de qualificação – sob pena de ficar sem combustível suficiente para a amostra. Assim, acabou no oitavo lugar da grelha de partida, numa prova em que a qualificação pode ser determinante para o resultado final.

Após a sessão deste sábado, o holandês reiterou a insatisfação que já tinha demonstrado no momento via «team radio», afirmando à Sky Sports F1: ‘Já senti isso na volta anterior também, mas depois disseram-me para abortar, por isso disse «tudo bem, podemos fazer isso». Mas depois, na última volta, disseram-me para ir para a garagem e então eu percebi o que ia acontecer. Ficámos sem gasolina. É incrivelmente frustrante e não devia acontecer’.

Para Verstappen, a questão do combustível deveria ter sido notada antes: ‘Mesmo quando abasteces a menos ou não planeias fazer aquelas seis voltas, então pelo menos rastreias isso durante a sessão para saber que não vais conseguir. Devíamos ter visto assim mais cedo. Não estou contente de todo neste momento, sei que, claro, é um esforço de equipa e eu posso cometer erros e a equipa pode cometer erros, mas nunca é aceitável. Claro que aprendes com isto, mas é muito mau. Não devia acontecer’.

Quanto à corrida, o campeão em título e líder do campeonato sabe que não terá facilidades desde o oitavo lugar na grelha: ‘É um pouco como o Mónaco, é super difícil ultrapassar e talvez possas fazer um pouco com a estratégia. Mas, neste momento, não estou mesmo na disposição de pensar na corrida de amanhã. Quando for para o carro, darei sempre o meu melhor, mas neste momento estou simplesmente demasiado frustrado com o que aconteceu. Voltarei ao hotel e pensarei noutras coisas’.

Etiquetas:
Artigos Relacionados